Conselhos para evitar assaltos a residências


– Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Conheça a localização da Delegacia de Polícia de seu bairro. Instrua seus familiares e serviçais como proceder em caso de perigo iminente ou de simples observação de suspeitos nas imediações.

– Quando estiver sozinho em sua casa e surgir um estranho que pretenda fazer entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.), não abra sua porta e peça para que volte em outro horário. Se decidir atender, avise pelo telefone um vizinho e peça que ele fique observando o que irá suceder. Havendo outras pessoas na casa, uma delas devidamente resguardada, deve permanecer alerta vigiando o atendimento.

– Procure manter a entrada de sua casa livre de obstáculos que impeçam sua ampla visão do interior do imóvel. Evite obras de arte, decorações de jardim, etc., que dificultem sua própria observação e também a de seus vizinhos, das áreas de acesso.

– Se por ventura instalar alarmes sonoros e/ou luminosos, deverá testá-los periodicamente para sua melhor segurança e também para que seus vizinhos, devidamente avisados, reconheçam-os com facilidade e possam ajudar em caso de perigo.

– Os exaustores e aparelhos de ar condicionado devem ser solidamente presos à base de sustentação que, por sua vez, deve ser cravada em armação de concreto armado que circunde o orifício feito para sua instalação.

– Procure conhecer seus vizinhos e combinar com eles medidas de auxílio mútuo. A solidariedade é importante nos momentos de perigo.

– Caso você venha a se defrontar com delinquentes, antes de tudo procure manter-se calmo. Não tente dialogar ou discutir com eles. Não os encare diretamente, mas procure memorizar suas características pessoais, maneirismos, trajes, etc. Sobretudo não reaja, sua vida não tem preço.

– Se você for interpelado por alguém que se diz policial, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional. É um direito seu e sua garantia.